Xampu em barra: entenda os benefícios e saiba como usar

Marcela Rodrigues -

Feitos artesanalmente, os xampus sólidos, em formato de barra, priorizam ingredientes naturais, locais e, muitas vezes, até orgânicos. Totalmente biodegradáveis, eles são livres das químicas presentes nos xampus da grande indústria, como corantes artificiais, lauril sulfatos, parabenos, EDTA, ftalatos, propilenoglicol, derivados de petróleo, aromas sintéticos e conservantes químicos.

O xampu é um item bem importante a se substituir quando se começa adotar uma rotina de beleza saudável. Mas as adeptas da  técnica No-Poo (algo como, numa tradução livre, “nenhum-xampu”) e Low-Poo (ou “pouco-xampu”) também ajudaram a popularizar essa versão prática e natureba do produto.

Minimalismo e sustentabilidade: xampu em barra da Lá do Mato (Foto: divulgação)

Minimalismo e sustentabilidade: xampu em barra da Lá do Mato (Foto: divulgação)

Quando um xampu natural escorre pela nossa pele, não provoca alergias e afins. Quando sai pelo ralo, tudo bem: não estarão intoxicando a água e o solo. Assim,  promovem a limpeza dos fios e do couro cabeludo sem agredir a saúde e o meio ambiente. E tudo isso sem deixar de se cuidar.

Vantagem além da estética

Optando por um xampu em barra você também vai estar poupando o planeta de receber mais um frasco de embalagem, já que eles são comercializados em embalagens de papel ou simplesmente entregue sem nada! E, o mais nobre: fortalecendo o movimento ‘compro de quem faz’. Sem contar que eles ocupam muito menos espaço do que os frascos grandes e elaborados. Ou seja: pra levar na mala de viagem é uma maravilha!

A única desvantagem talvez esteja na primeira vez de uso: a sensação é de estar passando um sabonete na cabeça. Mas passa rápido! Há muitas marcas fabricando e vendendo em ateliês, feiras e e-commerces. Na dúvida, opte por uma perto de você.

Para saber qual fórmula é melhor para seus fios, só mesmo pesquisando e testando. Um blend de óleos vegetais, essenciais e manteigas de um bloco de xampu que pode ser legal para cabelos oleosos pode não ser tão bom para fios secos e vice-versa.  A escritora Letícia Genesíni, do site São Paulo Saudável, por exemplo, testou (e contou aqui) várias marcas e fórmulas diferentes até achar o seu ideal. Ela, que sempre achou ter raízes oleosas, acabou se dando melhor com o indicado para fios normais. “É o que sempre me falaram: os derivados de petróleo atrapalham a hidratação natural e acumulam nos cabelos, assim, minha raiz oleosa, não era de fato oleosa, era vício dos xampus normais”, diz.

COMO USAR

Convidamos uma expert em xampu em barra, a Eloisa Toguch, dona da marca Lá do Mato e de um cabelo maravilhoso, para compartilhar seus truques.

 – “A aplicação é feita no cabelo úmido:  é só esfregar o pedacinho no cabelo até começar a espumar. Quando tiver bastante espuma é só massagear bem o couro cabeludo e enxaguar. Tem gente que ainda prefere fazer o enxágüe com vinagre para deixar o cabelo mais brilhante e macio. É uma escolha pessoal, não uma regra.”

– “Quem tem o cabelo muito fininho é melhor não passar a barra direto no cabelo. O ideal é fazer a  espuma nas mãos e massagear o couro com elas.”

-“Se você tem um cabelo mais seco, prefira comprar um xampu cuja fórmulas tenham manteigas e óleos  nutritivos. Se não, opte por fórmulas adstringentes. Ao comprar, pergunte sobre a função de cada ingrediente da fórmula”

– “Eu divido a barra em pedacinhos para ir usando aos poucos. Vale optar por uma saboneteira bem furadinha, assim o xampu fica longe da umidade e dura mais.”

{Às compras}   

 

 

0 Comentários

O que achou? Conte pra gente!