Pesto de manjericão é muito amor (e sabor). Aprenda a fazer

Marcela Rodrigues -

Felicidade é sentir o cheirinho de manjericão fresquinho e colhido na hora se espalhando pela cozinha. Mas felicidade mesmo é saborear um bom pesto feito em casa, com carinho. Temos muitos motivos para insistir que você aprenda a fazer esse molho de origem italiana.

1) É funcional: o manjericão tem propriedades digestivas e antioxidantes. As nozes são ricas em ômega-3 (gordura do bem), polifenóis, proteínas e vitamina E. Antioxidante, o azeite é rico em gorduras monoinsaturadas, que ajudam a combater o mau colesterol.  E o alho, cheio de vitaminas, é conhecido pelo poder de melhorar a imunidade.
2) É ideal para iniciantes: é realmente fácil de fazer e você só vai precisar de um liquidificador. Você pode conferir na receita abaixo.
3) É perfeita para quem não tem tempo: pode ficar armazenado por mais de uma semana em pote de vidro bem fechado na geladeira.
4) É versátil: fica incrível em massas, como penne; no omelete, na tapioca, na torradinha…ou seja, vai do café da manhã ao jantar.
5) É inesquecível: o sabor e o aroma são marcantes e inconfundíveis. É certeza que você vai surpreender seus convidados com algo tão descomplicado de fazer.

É muito amor por pesto, viu!? Vamos testar?

Foto: Pinterest

(Foto: Lá do Pinterest)

 Receita

1 xícara (de chá ou caneca) de azeite extra-virgem

1 maço de manjericão bem fresco – você usará apenas as folhas

½ xícara de nozes trituradas ( no mixer ou liquidificador)

3 dentes de alho amassados na hora

2 colheres de queijo parmesão (se a ideia é fazer um molho funcional, exclua o ingrediente. Se não, pode colocar até mais)

Bata todos os ingredientes no liquidificador até formar um molho liso e homogêneo. Pronto. Pode ser usado na hora ou armazenado em pote de vidro bem fechado por uns 10 dias. E, sabe o melhor? Com o tempo, o molho vai ficando com o sabor ainda mais acentuado.

*** O pesto tem origem italiana e dizem que foi por lá mesmo que a receita original se perdeu. No fundo, cada pessoa tem uma – em comum, todas tem o sabor e aroma igualmente marcantes. Há quem adicione suco de limão siciliano, por exemplo. Eis a nossa adaptação…. veja, então, se nos seus testes, você prefere a textura mais grossa, prefere mais alho ou mesmo mais nozes…bom pesto! ; )

2 Comentários
  • Gladson

    Responder

    Muito bom, muito bom mesmo! Obrigado por me apresentar mais esta delícia no mundo!

O que achou? Conte pra gente!