Óleos essenciais para o Inverno: resfriados, gripes, cansaço…

Marcela Rodrigues -

Um dos hábitos mais valiosos que eu adotei no último inverno, e reforcei neste, foi andar com um frasco de óleo essencial de Eucalipto Glóbulos na bolsa – aprendi a dica no meu primeiro curso de aromaterapia.

Eu saio de casa muito cedo e costumo pegar ônibus ou metrô – fora outros ambientes fechados e aglomerados que podem aparecer no dia a dia: fila do banco, escritório, elevador, ou mesmo em uma visita no hospital. Ambientes fechados são um foco e tanto para bactérias. O fato é que ainda estou firme e saudável, resistente a resfriados e afins.

Aromaterapia para respirar melhor e reforçar a imunidade (Foto: Shutter)

Respirando melhor

No caso do Eucalipto Glóbulos, antes de entrar em qualquer um desses lugares, coloco uma gotinha do OE na palma das mãos, esfrego, inalo pelo nariz e solto o ar pela boca com os dentes serrados. Assim tenho acesso a  uma das ferramentas pró imunidade mais intensas que a natureza poderia nos oferecer: a  aromaterapia.

Outra ideia é usar gotinha de OE em um difusor pessoal – um colar com pingente de cerâmica, que é um potinho em que você acomoda uma bolinha de algodão e pinta três gotas do óleo.

Mas o que o óleo de eucalipto tem? Ele é analgésico, antibacteriano, antisséptico, antiviral e expectorante. Hortelã-pimenta, tea tree e alecrim tem funções semelhantes.

Nenhum óleo essencial pode ser aplicado direto na pele, viu. “No caso da palma da mão é seguro”, garante a terapeuta e minha professora, Beatriz Yoshimura, de São Paulo.

Todos os OEs acima são estimulantes e é legal evitar usar antes de dormir. “A única contra-indicação está relacionada ao óleo de Eucalipto, que não deve ser usado por crianças – somente após os dez anos de idade. Os outros estão liberados com moderação e acompanhamento”, diz a aromaterapeuta.

Quando o resfriado já começou 

Entra em cena a inalação com vapor. Funciona assim: você enche uma tigela redonda de vidro com água quente, coloca umas 8 gotas do óleo essencial. Cobre a cabeça formando uma espécie de sauninha, e inala o vapor. É um ótimo descongestionante nasal. Eu gosto muito de fazer com hortelã-pimenta, que também é ideal para crises de tosse.

Músculos e articulações doloridas

Para muitas pessoas, o frio traz desconfortos gerais: músculos tensos, articulações doloridas…”Algumas pessoas costumam ter mãos e pés gelados naturalmente. Elas são as que tem mais dificuldade de adaptação ao frio”, diz Bia. Entram em cena OEs que esquentam, como gengibre e canela.

Um escalda-pés com estes óleos é perfeito para quem sofre com artrose e reumatismo, cujas dores se agravam no frio. Outra ideia, que ainda é ótima para desconforto muscular, é fazer uma massagem. Neste caso, em um recipiente limpo, misture 5 gotinhas de óleo essencial com 3 colheres de sopa de gergelim.

Micoses

Quem resiste a calçar as meias logo após o banho? A atitude cria um ambiente e tanto para fundos se proliferarem, dar mau-cheio e micoses. Neste caso, vale diluir tea tree (melaleuca) em óleo vegetal de copaíba. A Bia explica que o tea tree costuma ressecar a área em que é aplicado. “Sempre é bom diluí-lo.”

Ânimo

O inverno também traz preguiças agudas que devem ser equilibradas. Óleo essencial de alecrim e os cítricos, como bergamota e laranja doce relaxam sem pesar o organismo e aumentar a sensação de conçada. Pelo contrário, revigoram. Vale inalar uma gotinha nas mãos logo pela manhã. Sugestões: cardamomo, cravo e gengibre.

0 Comentários

O que achou? Conte pra gente!