Eco pads: dicas de crochê para uma limpeza facial ecológica

Marcela Rodrigues -

Adotar uma rotina de beleza natural vai além de priorizar fórmulas orgânicas e sustentáveis. Até porque a opção por produtos desse nicho não está ligadas, em essência, somente a uma preocupação com a saúde, mas também com o impacto ambiental que nossa vaidade causa. E isso inclui refletir sobre o lixo que geramos  a partir das nossas escolhas diárias.

Eco Pads, da Rituais do Bem

No meu caso, o algodão –  que eu tanto usava para multifunções, como tirar as máscaras faciais (da argila à abóbora) e aplicar demaquilantes – era um problema. As bolinhas fofas parecem tão inofensivas, afinal…é algodão, né. Mas não são. Generalizando, quase sempre eles passam por algum processo químico e hoje ainda é difícil trocar a nociva versão transgênica pelo orgânico. Em uma rotina de uso constante, torna-se um problema.

A alternativa mais simples hoje são os disquinhos de crochê – recentemente  popularizados como eco pads. Eles são tecidos com linha 100% algodão (orgânico, de preferência) sem tingimento sintético. Com uma textura macia, eles substituem os tufos de algodão perfeitamente. Hoje, depois de tanto tempo de uso, penso o quando o algodão, neste caso, e mesmo um lixinho desnecessário.

Como usar: como no caso do algodão, use o disco com delicadeza na pele – a vantagem é que no caso da função de remover produtos mais densos, como uma máscara de argila, a textura do ponto de crochê ajuda ainda mais. Sujou? É só lavar com sabão neutro, deixar secar e guardar para usar em uma próxima necessidade. Eu tenho três, pois viajo bastante e gosto de deixar um no nécessaire. Eu gosto de usar discos menores ( pense num tamanho que caiba na palma da pão). Mas, como todo item artesanal, é só personalizar.

Eco pads da It Balm

Ilustrei o post com disquinhos de suas marcas de cosméticos artesanais que conheço, a Rituais do Bem e a It Balm – ambas vendem em suas respectivas lojas online. O preço médio de cada um é R$ 10.

DIY: tutorial do Eco Pad

Mas se você é do time do DIY, porque não fazer? O ponto é simples e qualquer iniciante na técnica faz em pouco tempo. A Dany Pimentel, do Rituais do Bem, nos presenteou com a receita:

Material: linha de algodão natural (sem tingimento)
Agulha: 1,6 m
Execução: inicie com 8 pontos correntinha, passe para próxima carreira com 8 pontos baixo dando um aumento a cada 2 pontos. Depois faça a terceira carreira com 12 pontos altos dando um aumento a cada ponto. Finalize com a quarta carreira com 24 pontos altos dando um aumento a cada 2 pontos.

1 Comentários
  • Tamara Melo

    Responder

    Olá, Marcela! Gostei muito do post. Não uso maquiagem nem nunca utilizei muito as famosas bolinhas de algodão, mas achei esta uma ótima ideia para substituir a esponjinha que uso para aplicar tônico facial. E, como já faço crochê, vou providenciar alguns eco pads já!!
    Bjos

O que achou? Conte pra gente!