DIY: máscara anti-inflamatória (vegana) de cúrcuma

Marcela Rodrigues -

A cúrcuma, também chamada de açafrão, é uma das especiarias mais versáteis e potentes que temos à disposição dos nossos rituais de beleza. Eu sou um tanto obcecada por pitadas de cúrcuma em vitaminas, mingaus e chás – herança de um tratamento ayurvédico. Na beleza, adoro fazer variações de máscaras bem amarelas e iluminadas com ela. A fama de rejuvenescedora não é à toa: graças a um um fitoquímico chamado curcumina, a cúrcuma (ok, você pode chamar de açafrão mesmo) é súper anti-inflamatória. Ou seja: suaviza vermelhidão e irritações, , ajuda a curar espinhas, e acalma queimaduras solares. É uma máscara de ouro!

Máscara facial anti-inflamatória de cúrcuma na versão vegana

Uma das receitas de beleza com a cúrcuma mais antigas de que se tem notícia leva apenas três ingredientes: 2 colheres de sopa (rasas) de cúrcuma em pó (moída) +  leite de coco ou de amêndoas (o suficiente para formar uma papinha com a quantidade escolhida para a cúrcuma)  + 1 colher de mel. (Não leve as medidas tão a sério. O importante é format um creminho).

Como fazer: misture os ingredientes até formar uma papinha não tão grossa. Aplique na pele do rosto e estenda até o pescoço. Deixe descansar de 15 a 30 minutos e retire com água morna. A cúrcuma tem aquela cor maravilhosa e não vai sair tão fácil do seu rosto. Tenha paciência e retire com ajuda de uma toalhinha ou disquinhos de crochê. Depois de lavar, eu costumo passar algum demaquilante ou mesmo óleo para remover o que sobra. Ah, evite toalhas brancas! Açafrão é altamente incrível para tingimento!

Leite de coco para adicionar cremosidade e potencial hidratante (Foto: a Naturalíssima)

Função da máscara: anti-inflamatória e antioxidante. Leite e mel entram com o processohidratante. 

Versão vegana: nos primórdios (na verdade, num passado recentemente), a receita original usava leite animal e, atualmente, faz mais sentido substituirmos pelo leite de coco, que é bem suave. E se você já não consome mel, você pode excluir este ingrediente da mistura sem problemas. 

Truque: usei um pouco do bagaço do leite de coco para esfoliar (Foto: a Naturalíssima)

Dicas extras: evite roupas novas e clarinhas para seu ritual – vai tingir! Para misturar os ingredientes, evite também potinhos brancos (o meu é, mas eu só uso para isso!). No banho, evite também toalhas brancas. Ao lavar o rosto, retire com água corrente – de fria a morna -, e use uma buchinha para ajudar a tirar tudo. Talvez você fique um pouco amarelada após se lavar. Neste momento, use um disquinho de crochê ou toalhinha para aplicar um pouco de óleo vegetal ou demaquilante.

6 Comentários
  • Fernanda

    Responder

    Que site maravilhoso! Várias diquinhas preciosas!

    • Marcela Rodrigues

      Oi, Fernanda. Grata pelo feedback! Bem-vinda! Um beijo, Marcela

  • luana nogueira

    Responder

    Adorei o site e as dicas, parabéns!!!

  • Josi

    Responder

    Sua mácara contém Mel, portanto não é vegana. Corrige isso aí.

    • Marcela Rodrigues

      Oi Josi. Leia o post completo com atenção e veja que são duas versões da mesma máscara: a orginal (com meu e iogurte) e a vegana. Vamos lá: eu falo da receita com mel e leite, pois é a receita original desta máscara milenar. Meus posts são bem informativos, e gosto de falar das origens das receitas e como elas são originadas. E faço, e ensino a fazer, a opção vegana: com leite vegetal (veja bem> no texto conto que usei leite de coco com um pouquinho do que sobrou do sumo). E digo que ok excluir o mel. Ou seja, eu dou sim a versão vegana desta máscara que, originalmente, não é vegana. Está tudo no texto. Obrigada, Marcela Rodrigues

O que achou? Conte pra gente!